Quomodo Blog

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que, até os seis meses de idade, o bebê seja alimentado exclusivamente do leite materno. São raros os casos que necessitam de complementação ou substituição. A partir dos seis meses, o sistema digestivo do bebê já está preparado para receber outros tipos de alimentos sólidos.

 

A amamentação após essa idade deve ser um complemento, e não a alimentação principal. Por isso, as mães devem começar a introduzir alimentos sólidos na rotina do bebê. Neste texto, separamos algumas dicas de como fazer essa mudança da melhor forma possível para todo mundo da família. Confira:

 

Seja paciente

 

Às vezes, os pais começam a nova dieta dos pequenos com a expectativa lá em cima, mas nem sempre ela se concretize. Por isso é importante perceber que, para os bebês, os alimentos sólidos são uma diferença muito brusca em relação ao que eles estavam acostumados (algo líquido), e por isso é normal eles estranharem. Choro, birra e caretas fazem parte do processo e os pais não devem desanimar por causa disso.

 

Então a dica inicial é não desistam caso um alimento seja rejeitado de primeira. Tente novamente alguns dias depois, em diferentes formatos e horários. O ideal é que a criança se acostume, desde pequeno, com os horários das refeições, bem como alimentos mais saudáveis, como frutas e verduras.

 

Monte um cardápio e uma rotina

 

Quando somos adultos, não costumamos ligar para quando vamos comer o quê. Nem sempre temos um horário que costumamos nos alimentar e se tiver algo na geladeira, beleza; se não tiver, a gente se vira, sai para comer. O mesmo não pode ser dito dos pequenos: para eles, é muito importante ter uma rotina, ou seja, horários certinhos para fazerem suas refeições.

 

 

Para facilitar esse processo, os pais podem montar um cardápio e assim se planejarem para a semana. Na fase inicial da introdução dos alimentos sólidos, comece com frutas, cortadas ou amassadas como se fossem purês, e verduras, de preferência sem sal e assadas. Desta forma, o paladar do bebê vai se acostumar desde cedo com essas comidas e quando ele crescer, vai ser bem mais aberto a experimentar coisas novas.

 

 

De olho nos temperos

 

No primeiro momento, pule a adição de sal e açúcar, seja nos alimentos ou nas papinhas. Os nutricionistas recomendam que não seja adicionada nenhuma quantidade de sal ou açúcar nos alimentos do bebê até que ele complete um ano e meio. Quanto mais tempo os pais retardarem essa adição, melhor. Isso não sigifica que a comida não vai ficar gostosa: aos poucos, os pais podem adicionar ervas e raspas de frutas para dar um gostinho a mais.

 

 

Gostou das nossas dicas? Então continue acessando nosso site, sempre tem conteúdo novo e dicas para os pais aproveitarem essa fase tão gostosa da vida dos pequenos. A Loja Era Uma Vez tem vários produtos que vão facilitar a introdução dos alimentos sólidos na rotina dos bebês. Entre no nosso site e confira os preços e promoções.

Deixe aqui seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não envie SPAM para nosso Blog. Seu comentário será avaliado pelo nosso administrador.