Quomodo Blog

De 9 marcas testadas no Brasil 100% apresentaram algum tipo de problema, todos os fabricantes de cadeirinhas terão que seguir as normas impostas para certificação do Inmetro.
De 1997 a 2008 o Ministério da Saúde registrou 980 internações com crianças até 4 anos, provocadas por queda da cadeirinha de alimentação, por isso o principal objetivo da certificação é dar mais segurança aos bebês, algumas das exigências é que elas sejam estáveis, possuam cinto de segurança de cinco pontas, que tenha arestas separadas para evitar corte e arranhões e passem pelos testes de inflamabilidade e toxicidade, existe também a possibilidade da cadeirinha ter rodinhas, o prazo para os fabricantes acabarem com o estoque é de 24 meses, já para as lojas é de 3 anos.
Até o Final de 2012 será definido a regulamentação e os quesitos que deverão conter nas novas cadeirinhas de alimentação, dessa forma, para o consumidor final a obrigatoriedade do selo chegará no fim de 2015.
Os fabricantes, importadores e comerciantes que apresentarem o produto não conforme, sofrerão pena conforme a Lei prevista pela legislação.
Tudo para que seu bebê esteja mais seguro, os pais não devem se ausentar de perto da criança mesmo ela estando presa ao cinto, é preciso estar sempre atento, por isso a Era Uma Vez apoia essa ideia e quer proporcionar o melhor para o seu bebê.

A grande preocupação dos pais é se oferecem ou não a chupeta aos filhos, alguns dizem sim, outros dizem não, mas a grande verdade é que a chupeta traz segurança ao seu bebê, diminui os batimentos cardíacos, da sensação de prazer e lembra exatamente o bico do seio. Hoje o padrão, é elas terem um bico de silicone ou de látex, e uma parte de plástico ou de silicone, que fica do lado externo do rosto, além de uma espécie de alça. As chupetas de látex são mais macias e flexíveis que as de silicone, mas não têm a mesma durabilidade. Chupetas modernas são seguras, fáceis de esterilizar, e a parte externa é projetada para que o bebê não engula o bico, nem engasgue.

A principal vantagem do uso da chupeta é acalmar o bebê e ajudá-lo a dormir. O ato de sugar a chupeta ajuda a aliviar a dor, porque relaxa o bebê, e por isso muitos pais recorrem a ela quando a criança sofre de cólica ou não consegue se acalmar.

Existem também as chupetas ortodônticas, projetadas com um formato especial para não prejudicar a formação dos dentes.

Cerca de 90% dos lactentes usam ou usaram chupeta, pois esta funciona como calmante, confortante e apaziguadora, e permite controlar o choro e evitar a sucção do polegar. No entanto, não podemos esquecer que o choro tem inúmeras causas, como fome, sono, necessidade de atenção e dor, entre outras, pois esta é a única forma de comunicação que o bebê possui nos primeiros meses de vida.

 

A chupeta pode, em certos casos, ajudar bebês prematuros que estejam com dificuldade de pegar o bico da mamadeira ou do seio, para poder abandonar a alimentação por sonda. Ela funciona como um treino para a sucção, por esses e outros a Chupeta não pode deixar de fazer parte do seu Enxoval, seja de látex, de silicone ou Ortodôntica, a Era Uma Vez proporciona a qualidade e a segurança necessária para que seu bebê se acalme e se desenvolva.

O movimento popular reconhecido internacionalmente como Outubro Rosa já está sendo comemorado em todo o mundo, o nome remete à cor do laço rosa que simboliza mundialmente a luta feminina contra o câncer de mama estimulando a participação cada vez mais da população incluindo muitas vezes participação de empresas e demais entidades.

 

A história do Outubro Rosa demonstra que na última década do século 20, o laço cor de rosa, foi promovida para participantes na primeira Corrida pela Cura realizada em Nova York no início dos anos 90 e, desde então o mesmo evento vem sendo promovida todos os anos conscientizando especialmente as mulheres nos quatro cantos do mundo sobre a importância da prevenção ao câncer de mama.

 

Uma das formas comprovadas de prevenção ao câncer de mama é a amamentação. Estudos revelam que nos países mais pobres, onde as mulheres têm mais filhos (e consequentemente amamentam mais) o índice de mulheres com câncer de mama é muito menor do que em países desenvolvidos onde as mulheres têm menos filhos.

 

Então, aliado a este mês totalmente voltado à saúde da mulher, a Era Uma Vez Enxoval de Bebê recomenda a cor rosa, que é a mais feminina que existe e os produtos Mustela que auxiliam as mamães no processo de prevenção ou rápida cicatrização das fissuras no bico dos seios, estimulando assim que nenhuma mãe deixe de amamentar por incômodos ou dores.

 

Amamente seu filho: uma prova de amor e previne o câncer de mama.